"Quero poder andar por ai.Conhecer lugares e pessoas. Quero amar e dizer que o amor não é apenas um conto, Mais uma realidade."

quinta-feira, 18 de junho de 2009

MAR AZUL!!!!

O bar fica numa esquina
Hoje esta frio...o céu esta cinzento, sem estrelas...um vento gelado derruba as folhas das árvores
Que dançam rodopiantes pelas ruas...
Uma pequena multidão esta na entrada, são amigos que nos espera
Entramos numa pequena sala...não dá para ver quase nada
A luz é fraca e uma espessa nuvem de fumaça dos cigarros impregna o ar, engole quase tudo
Alguém pega meu braço me puxa para o interior
Enquanto vou sendo carregado...esbarro em pessoas....piso em pés...trombo em corpos quentes..
E antes que possa falar alguma coisa me vejo apoiando as duas mãos numa mesa
Os olhos ardem insistentemente e minha respiração ofegante é quase alucinante
Aos poucos vou voltando ao mundo... meus sentidos também retornam
Começo a ouvir o som que vem de trás de mim
Um som forte que vibra a mesa....faz meus pés e meu corpo tremerem juntos
Sinto agora mais fraco o cheiro insuportável de cigarro
Ouço vozes....passos que passam a poucos metros de mim...sorrisos..conversas abafadas
Abro os olhos e antes que minha visão se acostume com a luz amarela que vem de um abajur pendurado no teto....
(é tão cruel quando os sentimento nos encurra-la...quando age rapido..veloz....segundos que pode mudar para sempre uma vida....é como se para combate-los não possuíssemos armas para lutar...nos tornamos impotentes...entregues a eles)
Meu coração dispara no peito...bate violento..perturbador...
Minha pele queima como se lavas de fogo escorressem pelo meu rosto
Minha respiração volta a ficar ofegante...sufocante... quilos de areia descendo goela a baixo...
Quase caio duro..como um passarinho pego por uma bala enquanto voa livre pelo céu
Sentado numa cadeira a minha frente vejo o par de olhos que a dias não via
Que a dias não queria
Que a dias achei não mais existir
Aqueles mesmos olhos azuis que vir sair da minha cama...do meu quarto...da minha vida
Se estendem ali na minha frente...mais belos e serenos do que nunca..
Me vejo novamente diante do mar imenso...profundo...
Um mar que eu tinha nadado...que quase me afogara
Um mar que eu prometera a mim mesmo não entrar
Não mais navegar...
E antes que o desejo e a fome de amor fale mais alto
Saio dali...vou para pista.....me entrego a dança....
Me jogo em seus braços...me entrego a ela...e instantes depois somos só um ali...
Vou esquecendo aqueles olhos...aquele mar que vai evaporando da minha mente
A musica e eu...só existe isto...nada mais...
E quando a musica acaba.....meu corpo ainda insistindo em dançar no silencio que me faz voltar
Que me trás de dentro de mim, me vejo diante dos mesmos olhos...imóveis...
Brilha a superfície daquele mar...limpida..clara...provocante
O mar não evaporou
Esta bem ali na minha frente... imenso a me olhar....a gritar que eu entro em suas águas
O mar então com suas ondas enormes me abraça... me arrasta da praia
Sinto o gosto salgado da agua na boca
Sinto as suas correntezas contra meu corpo
Prendo a respiração para não afogar..mais é inútil..já estou nadando..
Nossas bocas se colam...nossos sexos se tocam...nossos corpos se encontram...
E quando novamente aqueles olhos azuis se abrem....choro...sinto vontade de gritar
Sei que o mar azul é grande e corro o risco de jamais voltar de suas profundezas...
Mais continuarei nadando... alguma hora chego do outro lado...

20 comentários:

Poeta de um mundo caduco... disse...

Uau!!!
Que maré alta! rs.
Lindo, intenso, provocante...
Gostei... e... CONTINUE NADANDO...

Bjinhos...

Daniel Braga disse...

Um filme correu em minha cabeça... parabéns. Você conseguiu surpreender e excitar ao mesmo tempo.

~Até mais ver.

*DB*

Úrsula Avner disse...

Oi amigo, continue escrevendo com o coração, dando asas á sua imaginação... Um abraço.

Bruno Alves disse...

Um coração é capaz de se expressar claramente ,alguns dizem que tem o Don ,outros falam que nem o conhecem...
Mas o amor é o que jamais esquecem
O amor muitas vezes me entristece
Mas sem ele não sei viver
Com ele tudo novamente irei aprender

Abraços

Vinícius Remer disse...

Por que eu não iria comentar aqui? Não sou nenhum "pop star" kkkkk. Muito bom esse texto. Um mar que sugere calmaria e fúria, é tudo isso que o texto apresenta: intensidade
;D

Moonlight disse...

Meu amigo,
...por vezes mesmo nadando num imenso azul sem dimensão podemos recontrar o regresso a nós mesmo...perdendo toda aquela palpitação que nos leva á exaustão de nos pedermo-nos
Um texto maravilhoso como todos os teus outros.

Um bjinho cheio de luar

Marcelo Novais disse...

Nossa eu li esse texto imaginando um curta metragem!
PERFEITO!
Como faço teatro sei q esse texto daria um otimo filme!
PARABÉNS!

Pedro Antônio disse...

Olá, amigão!

Lindo texto! Adoro o mar!

Parabéns! Bastante inspirado, como sempre!

Obrigado pela visita!

Um abração forte.

Pedro Antônio

Marcelo Novais disse...

Oláaa
acabei de selar vc laH no meu blog
Bjos!

sonho disse...

O coração é capaz de espressar o que a razão desconhece...continua a nadar...que a maré te ajudará a chegar...a bom porto:)
Beijo de um anjo

Dois Rios disse...

Um mar de quereres. Um sonho palpável. Uma enchente de ausência.

Beijo, Ademerson!

susana disse...

Olá,Ademerson Novais, cá estou eu de novo no teu cantinho, sim porque já o visitei outras vezes,fiquei muito contente e grata por teres estado e comentado de uma maneira tão querida o meu ninho, espero que tenhas gostado e que voltes, porque eu de certeza que cá vou passar assiduamente pois o que escreves é de uma abertura e pureza linda, se escreves o que sentes, olha... tens um interior lindo para um jovem de 20 anos, com tanto para nos dar e sem duvida tanto de tão bom.
Este texto como todos os outros que já publicou, está muito bom a tua imaginação é imensa, sei que outros bons textos virão, por isso cá voltarei de novo.

Beijo de um anjo

Lady Byron disse...

Meu Deus! Por que você tem o dom de fazer isso comigo?! Por que você sempre me faz lembrar das coisas que vivenciei alguma vez na minha vida?! Por que eu me sinto tão presa as suas palavras (e o mais incrível, é que não quero me soltar delas.)?
Sabe de uma coisa, me entrego, delirante ás águas de suas palavras, que formam um mar de romances. Almejo ardentemente tê-las, agarrá-las em meus dedos para não escaparem. Cada mínimo substantivo, verbo ou adjetivo.

Ademerson, tuas palavras compões as que eu escrevo. Teu mundo de algum modo, é o mesmo que imagino, o mesmo que vivencio. Em algum modo, nem se for apenas um pequeno gancho de mundos.

Anseio por tua visita.

beijos,
Nayara K.
(Lady Byron)

paula barros disse...

Que forte!!!

Acho que escreve divinamente.

Essa emoção que passa nos textos, entre a entrega, o querer, a angústia, o mergulhar com medo de se afogar, é sentido por quem ler.

Alguns sentimentos afogam, encurralam feito você diz, aprisiona e liberta, quase ao mesmo tempo, sei lá, me vi tempos atrás.

Ausência Instável disse...

Já percebeu que a vida é também como uma rosa, ela se abrocha, e se vc nao saber cuidar dela ela irá murchar, mas ela é tão boa até lembrarmos que a rosa tem espinhos, assim como a vida te dá, ela tira.

Parabéns pelo BLOG!
Abração!

Cristiane Marino disse...

Olá querido poeta!

Gostei muito do seu texto, nos prende do início ao fim, fascinante!!

Uma história de amor provocante...

Escreva sempre...

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Obrigada! Realmente, fico muito feliz por poder inebriar o seu viver, levando palavras nos versos positivos que saem do meu coração até a sua alma! Sempre que puder, darei uma passadinha por aqui, também adorei o seu blog! Este post, em especial, é um tanto que subjetivo, o que me remete a pensar no que eu estou fazendo: continuo nadando? Parabéns!

Fabricante de Sonhos disse...

Nossaaaa!
Um mar que tira o folego e aprisiona qualquer alma...
Uma onda de emoções e de sensações...
Se perder assim de amor é a melhor coisa que existe...
Se não doer, nada mais...
se doer, faça a maré ficar a teu favor.

Gostei muito, muito mesmo do texto!

Tenha um lindo final de semana, amigo!

Beijo meu...

' Joseαne Costα* disse...

'Oi amigo...tava meia sumida daqui, sem tempo sabe, mais já estou de volta viu^^
Prometo que não sumirei mais tah?!
Passando pra deixar meu carinho...
Ah...seus textos estão um arrasooo...
bjoo's no ♥

=]