"Quero poder andar por ai.Conhecer lugares e pessoas. Quero amar e dizer que o amor não é apenas um conto, Mais uma realidade."

domingo, 13 de setembro de 2009

BALADA!!!!!!!!

Vivido semana passada...

A pista é escura
Mais a visão logo se acostuma
Passa da meia noite
Lá fora deixei um céu cinzento com uma chuva fininha caindo pelas ruas
Aqui dentro o ar é quente, febril
Uma fumaça esbranquiçada cobre o chão,
Estou numa balada,
Envolto de uma musica que retumba nas paredes
Faz tremer meus pés
Sinto a presença de milhares de pessoas a minha volta
Que me empurram, e se caminham para o meio da multidão
Rostos suados que aparecem em rápidos relâmpagos,
Minúsculos segundos antes de mergulharem na escuridão novamente
Feixes esverdeados vêem do teto,
Batem numa bola de vidro que gira prateada e se espalha pela pista
Minha camiseta e meu rosto então são manchados por essa luz
Raios brancos pipocam pela pista ao ritmo da musica
Meu corpo então ganha vida própria
Caminha para o centro da pista
Mãos e pés vão se soltando, lutam contra a gravidade
Dançam freneticamente no ritmo da musica estrondeante
A cabeça gira, balança para trás, para frente, para os lados
Os olhos se abrem, se fecham
Sinto gotas de suor descendo pelas costas, pela barriga, pelas pernas
Me esqueço, me encontro, me perco, e novamente me vejo ali
No meio de vários outros corpos se entregando a mesma musica, deixando se levar
Sou e não sou dono de mim,
Hoje apenas escravo do som em fúria que vibra,
Que entra em todos os meus poros,
Me faz voar sem sair do chão,
Alguém esbarra em mim,
Me volto por impulso, vejo só olhos negros na penumbra
Um rosto vermelho que nada diz e me faz um sinal
Alguns centímetros separam nossos rostos, nossos lábios
Sinto o seu hálito quente
Sua respiração ofegante que escapa pela boca
Vêem um desejo de invadir estes lábios
Mais minhas mãos porem já estão sobre seu rosto,
Sumindo entre cabelos macios e molhados
Puxo este rosto e ali no meio da pista nos beijamos
Nossos corpos se encostam, sinto o cheiro do teu perfume, da tua carne suada
Suas mãos caminham pelo meu corpo, deixo,
Me faz desejar ainda mais estes seus lábios
Que aperto nos meus
E antes que a noite termine, que a pista esvazie, nos esbarramos mais vezes
Nos beijamos mais vezes
E quando saio para o novo dia que começa a nascer vou lembrando destes beijos
Destes olhos negros que esta noite foi só meus....

15 comentários:

Luan Fernando disse...

Bela descrição, e pelo o jeito, foi muito boa essa balada.
Eu não gosto muito de balada, mas depois dessa historia, até me parece um otimo lugar pra ir.

Beijo.

rui disse...

Edemerson..a balada.. no meio de um ambiente desses acaba a quase sempre com o corpo colado e os lábios a sentirem
o desejo de colagem..é o imén do desejo que entra dentro de nós.....
Espero que para a proxima semana
te acontece o mesmo....pelo menos
sente-se a tua felicidade

um obrigada pelo comentário
um abraco...Edemerson
boa semana
Rui

Caco disse...

Lindo, lindo.

Graça Pereira disse...

A história de um momento, pode ser a história de uma vida ou o seu começo!! Uma boa semana Bj GRaça

Princesa disse...

Boa noite
obrigado pela sua visita sempre agradável

"Quando a saudade vier ao seu encontro, deixe dos olhos uma lágrima rolar, dos lábios um sorriso, e do coração a esperança de um dia melhor".

Tenha uma boa semana
Boa noite

Marcelo Novais disse...

Nossa que balada boaaaa hein?
Descreveu maravilhosamente BEM!
E obrigado pelos parabéns e por suas belas palavras!
Fuiz!

Jessica disse...

Você me impressiona com a riquesa e precisão dos detalhes. Parabéns!

Um abração amigo!

Dil Santos disse...

Oi Anderson, tudo bem ctg?
Menino, adoro dançar, é tudo de bom, m e solto, me deixo levar pela música, rs, agora a parte do beijo, menino deve ter sido tudo de bom, uhauhauhha
Obrigado pela suas palavras, fico muito feliz em saber que gosta tanto das minhas, rsrsrs


Abração amigo
:)

João disse...

Um momento q custa a passar. Ou não passa. Fica assim, lampejando na memória.

Flávia disse...

Nada melhor do que estarmos bem com a gente mesmo e poder passar isso pra outros.
Empolgante!!

Abraços e ótima semana!

Fatima disse...

Esse menino tá apaixonado!
Faz tanto tempo que eu não vou em uma balada. Acho, que pra mim, ainda se chama festa. O tempo passa meu filho! Rsrsrsrs
Bjs.

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Obrigada pelo coment lah no blog, viu? E os seus textos continuam brilhantes!

Úrsula Avner disse...

Olá meu amigo, texo bonito, bem escrito e que descreve com propriedade e em ritmo poético situações vividas na balada. Legal ! Obrigada por seu carinho em meus espaços poéticos. Bj.

Pelos caminhos da vida. disse...

Volteiiiiiiiiiiiiiiii.

beijooo.

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Tem selo pra vc lah no blog! =D