"Quero poder andar por ai.Conhecer lugares e pessoas. Quero amar e dizer que o amor não é apenas um conto, Mais uma realidade."

domingo, 8 de março de 2009

MULHERES!!!

Confesso que sinto um pouco de medo
Certo receio, e até um frio na barriga agora,
Sensação esta que muitos já passaram
Ao querer descobrir e falar o que Elas sentem, pensam e sabem,
Sinto esse temor de querer colocar nessas linhas
Expor com palavras
O indescritível,
O que simplesmente ao nossos olhos visível é feito de carne e osso por fora
Mais por dentro composto do invisível, intangível
Uma complexidade de segredos e mistérios,
Uma odisseia de todos os dias
Um mundo própio de sentimentos, de emoções e de coragem
De superações e vitórias
Querer descrever-las é como querer conquistar o universo
Contar as estrelas
Querer saber as respostas da humanidade
Impossível,
Unicamente por que são Mulheres
Não tentem desfia-las, não queiram mergulhar nesse oceano sem saber nadar
Contente-se em apenas banhar-se em suas águas
Brincar com suas ondas
Se encantar com suas belezas
Pois jamais saberemos seu real significado
E por isso por ter o desconhecido ao lado a desejamos
A queremos a todo o instante, brigamos, choramos por sua atenção
Caminhar pelas ruas é esbarrar com uma delas
Fugir é encontrar com elas
Conquistaram com suor e luta o que sabiam ser seu também
E conseguiram
(há ainda muito que conquistar, sabemos disso)
Estão em todos os lugares,
Nas nossas casas, nas escolas, nas padarias, nos quartéis de policia...
Nos hotéis e motéis, nos shoppings, supermercados, nos governos...
Aqui e ai agora,
O ser humano veio de seu ventre
Nasceu banhado de seu sangue
São elas as primeira a falar com a gente
São elas que nos educam,
(elas, pais e mães muitas vezes)
Que acordam durante a noite para saber se estamos cobertos
Sabem quando estamos precisando de algo,
Quando estamos doentes
Quando e quando....
O mundo foi povoado por elas,
Mulheres que choram, que riem, que mandam, que lutam...
Mulheres negras, brancas, amarelas...
Mulheres que não sabemos, não entendemos, não percebemos
Mais mesmo assim a queremos,
A amamos com a força e a intensidade que também não entendem
Pois saber ama-las é querer entende-las
E isso ainda não sabemos, mais procuramos, investigamos
Todos os dias quebramos a cabeça como loucos para tentar decifrar
Mulheres,
E por isso continuamos assim tentando...tentando...


A TODAS AS MULHERES PARABÉNS POR ESSE SEU DIA, SERES ESTES QUE SEMPRE RESPEITAREI, SEMPRE CHORAREI E SEMPRE AMAREI, POSSO NUNCA CHEGAR A ENTENDE-LAS POR COMPLETO MAIS FAREI O POSSÍVEL PARA NUNCA DEIXAR DE ESTUDAR E OBSERVAR!!!!

4 comentários:

Daniel Braga disse...

~Obrigado pelo comentário no meu blog.

Ao que interessa -> Adorei o texto, você conseguiu expressar bem o que sentimos em relação às mulheres.
Eu também as admiro muito, guerreiras, frágeis, atraentes e perspicazes.

Até a próxima.
Daniel Braga.

Vladir Duarte disse...

Valeu pela visita lá no blog.

E bela homenagem essa aqui... as mulheres de verdade merecem. Quando eu era criança, ouvia muito falar das mulheres como o "sexo frágil"... que bobagem! Ainda bem que esse termo caiu em desuso. Frágeis somos nós!

Valeu.

Mary Jane disse...

Oie!
Obrigada pela visita ao meu blog! Que bom que vc gostou! Espero q continue acompanhando!
:-)



Gostei do seu blog tb, seus textos são ótimos! Parabéns!

Úrsula Avner disse...

Caro escritor agradeço sua gentil visita e amáveis palavras. Seu texto sobre as mulheres é rico, profundo e resume a complexidade e mistério que as cercam. Um abraço com meu carinho. Vamos contatar mais vezes. Seu site é muito interessnate e faz jus ao nome escolhido.
Úrsula Avner
http://www.ursulaavner.com